24/05/2013

Palavras ao vento: Tudo na vida é só uma questão de tempo


Olá amores, tudo bom com vocês? Pois é, comigo nem tanto. Eu ainda não morri, tá? Ultimamente está tudo muito corrido, e eu mal tenho tempo para estudar, quanto mais postar no blog! A única coisa que faço é ESTUDAR, ESTUDAR, ESTUDAR. E só de escrever isso já me lembrei que tenho prova de Biologia, DAQUELAS bem difíceis na segunda. E de administração. E de direito. E de filosofia. E de meu Deus, só tenho prova também hein, vou te contar, não é fácil essa vida de estudante. Viu só? Mas até que está tranquilo, porém o tempo está passando, passando... muitas coisas acontecem ao mesmo tempo. Eu, como está ali em cima no começo do post ainda não morri, mas não posso dizer o mesmo de uma pessoa da minha família. Nesse último domingo perdi uma bizavó muito querida, quero deixar meu lamento aqui. Mas tudo na vida é questão de tempo. E é justamente esse o assunto de hoje. Ou talvez seja. O tempo. "Mas o blog é de moda" aí, meu querido, você está enganado. Meu blog é sobre cultura, sobre pensamentos da realidade, sobre tudo e todos. Então resolvi deixar minha imaginação fluir e escrever um texto de, talvez motivação, talvez realização ou talvez desabafo mesmo. Eu vou falar sobre o tempo. Clichê, porém real. As aulas de filosofia estão afetando a minha mente, socorro. Mas se for pensar a real, é isso mesmo. Tempo, pouco tempo, tanto tempo. O ontem já não importa e o futuro está por vir, o presente passa tão rápido que quando o percebemos ele já é passado. Confuso falar sobre o tempo. Sobre as coisas que o tempo leva, e que ele também traz. As vezes ruins, boas, pensamentos vem à tona com pouco tempo e somem com menos tempo ainda. O tempo nos traz diamantes brutos e nos faz transformá-los em beleza, e quando finalmente conseguimos, o tempo leva os diamantes perfeitos e nos traz brutos novamente. É um ciclo. O tempo é o ciclo ao qual estamos acostumados, as vezes nem tanto. Temos pouco tempo. Como diria Renato Russo: "somos tão jovens...". Mas será que somos tão jovens mesmo? Ou será que só preferimos ser jovens na sociedade de hoje? Digo pois, ser jovem hoje em dia é sinônimo de liberdade de expressão, desejo de felicidade, e tantas outras coisas. Ser jovem é brilhar. É ser criativo, é aproveitar a vida. São tantos outros sinônimos para a palavra "jovem" e o que ela nos remete que eu poderia passar o post todo falando sobre isso. Porém o assunto principal é o tempo. Te pergunto: você está aproveitando sua juventude? Da forma "correta"? Forma correta, ao meu olhar, não são somente baladas, festas, sexo, e essas futilidades. Você não precisa sair por aí ficando com todas as meninas consideradas "bonitas" para aproveitar sua juventude. E aí se encontra uma tal "anomia social". As pessoas hoje em dia confundem o termo "ser jovem" com "ser retardado" só pode. Sinceramente, fico "de cara" com as coisas que eu vejo por aí. Meninas achando que é legal tirar foto dos peitos e mandar a foto para os namorados. Me diz aí, qual seu problema mental garota? E meninos que, depois que terminam (vulgo usam) essas garotas e depois postam a tal foto no facebook? É pessoas, essa é a nossa juventude de hoje em dia. Que país é esse? NÃO. Essa anomalia não acontece só no Brasil, e o pior de tudo é que todos tratam estes casos como se fossem normais, e não são. Mas gente, cá entre nós, sou uma péssima redatora, porque comecei falando de tempo, o assunto era o tempo e agora tô falando sobre as anomalias dos adolescentes? Ok, preciso rever meus conceitos de escrita. Nem vou acabar o texto, estou com uma fome desgraçada, quero fondue, tô indo lá fazer. Hm hmmmm, alguém quer? Não? Tudo bem, sobra mais pra eu. Opa, pra mim. Mim ser índia gata que ama chocolate. Beijos ♥, e até o próximo post.

2 comentários:

  1. Lembrando apenas das aulas de filosofia, na mitologia grega o Deus do tempo devorava seus filhos, pois tudo o que nasce no tempo há de perecer no tempo. :b

    ResponderExcluir

© Hi, Cultura! . Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo