11/01/2015

Palavras ao vento: O amor, a morte e a vontade de viver.

Fonte: Google imagens

Olá galera. Nesse exato momento eu acabei de chegar de um velório. Nesses momentos a gente para e analisa: Como a vida é rápida. Como num de olhos tudo acaba. A frase que ecoa em meu pensamento, é apenas aquele clichê do Pedro Bial dizendo: "Morrer é um exagero. E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas. Só que esta não tem graça". A dor que resta, e sempre vai restar, é a da saudade. A da perda de alguém que você amava, e que talvez não disse, não demonstrou o seu sentimento. Certa vez vi que um moço muito inteligente chamado Paulo Coelho disse: "A morte serve para nos lembrar a importância da vida". O que é a mais pura, e bela verdade. A morte serve para lembrarmos do quão importante é declarar o seu amor por todos ao seu redor, pois pode ser a última vez que você tem aquela chance. A morte serve para nos lembrar do quão importante é estar presente na vida de quem amamos, estar sempre demonstrando carinho. Do quão valiosa é a vida. E do quanto nós temos que ser gratos a Deus, todos os dias, por ele nos oferecer mais uma chance, a cada dia, de recomeçar tudo. Do zero. Porque cada dia no calendário é uma chance de fazer diferente. Cada dia que você acorda, é Deus te dando mais um sopro de vida. Quantas pessoas gostariam de ter saúde, um bom lar, uma família unida, amigos... e não tem? E algumas pessoas tem tudo, e simplesmente não dão valor. Simplesmente se esquecem dos valores principais da vida. O amor, que é o primeiro. Nada na vida paga um carinho, um sinal de afeto, um abraço de consolo. Nenhum dinheiro no Mundo compra o amor. Porque o amor é único, e só se dá verdadeiramente. O amor é um sentimento puro, que não pode ser comprado, nem vendido. O amor não é folhinha de mato, que nasce em qualquer lugar. O amor só brota nos corações mais puros, limpos e cheios de bondade. O amor é fruto raro, que deve ser cultivado todos os dias. O amor é tudo aquilo que você sente pelo seu pai, sua mãe, e até mesmo alguns amigos próximos, de longa data. O amor não faz você sofrer, pelo contrário. O amor faz você sorrir. Faz você ter vontade de viver. Faz você criar forças de onde não tem, para socorrer um amigo. Um parente. Faz você ter vontade de sorrir. Vontade de poder gritar aos quatro ventos. Mas após a morte, os ventos sessam. O amor, não se cala. Apenas permanece guardado, em silêncio, quietinho. As vezes dá lugar à saudade. Mas o amor permanece. E sempre vai permanecer. 

"As pessoas que conhecemos, marcam nossa vida. Mas apenas as melhores deixam as marcas em nosso coração." 
Texto de Homenagem à Iris. Uma das mulheres mais incríveis que tive o prazer de conhecer. O amor era flor no coração dela.

2 comentários:

  1. cara concordo muito com vc
    amor nao é isso que as pessoas sentem a cada cinco minutos e esse sentimento tão nobre nao existe em todos os corações tem gnt que tem tudo menos amor pelo outro
    fico contente que tenha pensamentos tão bonitos retratados em seus textos :)

    www.meumuraldeideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marcelle :D
      E é verdade hahaha beijos!

      Excluir

© Hi, Cultura! . Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo