05/03/2015

Palavras ao vento: A coisa mais linda do Mundo


A coisa mais linda, bela ou bonita do Mundo é quando alguém te ama, exatamente como você é. Te ama e te aceita, não tenta mudar suas manhas e suas manias. Aceita seus jeitos e seus trejeitos. Te encara com o olhar, te ama com sinceridade, diz palavras sem sequer pronunciar. Quando te entende sem você pedir, quando sorri quando você precisa, quando te abraça e te conforta. 

Quando ama até aquela sua cicatriz do lado do queixo, que você pode odiar, mas ela ama. Aquelas sardas que você tanto tenta esconder, e aquelas olheiras que você tanto reclama. E as suas pequenas covinhas fofas que aparecem logo após o sorriso. Aquela sua mania de roer as unhas, ela não reclama, apenas aceita. Ama até seu dedo do pé, ama seu jeito de falar, seu sorriso, ama seu ciúme, aquele que você as vezes acha que sufoca, ele ama. Ela ama. Ama suas crises de choro, e ama poder estar perto de você para te confortar. Ama quando você fala com voz de neném pedindo chocolate, e ama poder te dar um chocolate e ver você parecendo uma criança de dois anos comendo doce. Ama sua voz cansada dizendo "te amo". Ama suas palavras de conforto e seus grandes gestos de compreensão, mas as palavras de repreensão também ama, e agradece por cada uma. 

E é mágico aquele momento chamado amor, quando os olhares se encontram, os sorrisos aparecem e as almas se descobrem ali. Quando os corpos juntos em um pequeno abraço sentem o ar pairar sobre suas peles, sentem o amor sobre eles. Quando mesmo de longe o arrepio da conversa ainda lhe causa borboletas e reboliços no estômago. Quando a conversa é fácil, a conversa vem e fica. Quando o papo rende, os sorrisos consentem. Quando os neurônios estão a passear e você fica sem saber se sorri ou se chora. Se fica ou se vai embora.

Mas você fica. Você sempre fica. Porque o amor é isso. Mesmo com mil oportunidades para ir embora, ficamos. Mesmo com motivos para fugir, permanecemos parados e enfrentamos qualquer luta, dor e arrependimento. Mas enfrentamos juntos, os dois de mãos dadas lutando por aquele amor.

E se a luta não proceder com os dois guerreiros juntos, nunca foi nem um jogo, quanto mais um amor.

Texto escrito por Katlyn Kraus. Qualquer citação sem créditos é considerada cópia, e será denunciada.

4 comentários:

  1. Que texto lindo, com certeza a melhor coisa do mundo é o amor e todas as formas dele!!!
    Sempre estou por aqui, mas sempre esqueço de comentar.
    Queria saber mais de você e por isso te indiquei em uma TAG lá no blog, se quiser responder.
    Beijos

    http://blogdescomplicameninas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah May, é tão gostoso ler os comentários, adorei saber que estás por aqui <3 Vou ver a tag e responderei sim :D
      Um beijo!!

      Excluir
  2. adorei , que lindo :')
    www.tempolivreblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Maria <3 que bom que gostou!
      Beijos

      Excluir

© Hi, Cultura! . Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo