23/06/2015

Resenha: Meu passado me condena 1 + Informações sobre o 2

Olá galera! Depois de transformar o blog numa coisa que eu tanto condeno (lugar somente para divulgação dos vídeos), a minha crise de bloqueio criativo passou (esperamos!!), e agora estou de volta para a alegria de vocês \o/

Fonte: Adoro cinema

Desde que fiquei sabendo que Meu passado me condena teria um segundo filme, resolvi que eram filmes que mereciam estarem aqui resenhados (o 1 e o 2). Então, aqui estou para falar um pouco do 1, porque o 2 sairá nessa quinta-feira, dia 25  dia 02 de Julho, pois foi adiado. O filme conta com Fábio Porchat (como Fábio) e Miá Mello (como Miá). Namorando há pouquíssimo tempo, eles resolvem se casar e partir para uma lua de mel em um cruzeiro. Até aí tudo bem, se não aparecesse o ex namorado de Miá namorando uma ex paixonite de Fábio, respectivamente. Já dá para ver que a história é mega confusa né? Pois é. Mas nada que uma boa dose de humor não dê conta. Meu passado me condena é um filme brasileiro, lançado em 2013. Com a irreverência de Fábio, não é difícil fazer um filme bombar. Mas o talento de Miá contribui e muito para o sucesso. Os atores interagem muito em cena, e parecem realmente namorados. O comportamento infantil de Fábio me fez refletir sobre algumas coisas de nossas vidas. As vezes preferimos/temos de ser um pouco ingênuos, sabe? Eu gostei disso.

Fonte: Adoro cinema 

Há quem ache o filme uma total bobagem (a crítica de cinema, diga-se de passagem) mas sério, eu adoro um humor ingênuo, sem malícia, sem besteira. O problema é que estamos muito acostumados com filmes brasileiros cheios de palavrões e futilidades, que aí aparece um filme desses e nós dizemos que "não fez rir". É um grande problema.

Mas talvez isso possa ser resolvido. Aconselho a quem for aos cinemas no dia 02, a ir de peito aberto, com felicidade para rir das pequenas coisas, pois é isso que o filme mostra. Um casal, que se ama, e apesar de tudo não deixa que as coisas da vida estraguem o seu relacionamento. Bonitinho, vai?

Em meados de 2015, o cinema brasileiro carece de filmes bons, que realmente façam rir. Os últimos filmes que vi foram uma tragédia total -exceto inclusive Entre Abelhas, do próprio Fábio-. A cada 4 filmes, dois bons. Está mais ou menos igual. Os dois que vi bons foram Loucas para casar e Entre Abelhas. Os outros dois: A noite da virada e Super pai. Agora resta esperar Meu passado me condena 2, um filme que está prometendo -e muito!-.

Há quem duvide do talento do amável Fábio Porchat. Eu só tenho uma tese a firmar. O cara veio para abalar as estruturas dos cinemas, salve-se quem puder ;)

Um beijo, e até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Hi, Cultura! . Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo