14/07/2015

RESENHA: CIDADES DE PAPEL (FILME)


Olá galera! Quem aí estava empolgadíssima para assistir Cidades de Papel, assistiu no dia da estreia (dia 09) mas esqueceu de postar no blog? Adivinhem... eu, óbvio. Tenho um sério problema com isso, ainda mais agora que estou sem internet em casa. Meu sumiço vai aumentar um pouquinho, desculpem. Mas enfim! Problemas à parte, tenho váaarias novidades para contar a vocês, o que acham de um Maquia e Fala? Mas vamos à resenha:

O filme Cidades de Papel foi desenvolvido a partir do livro do Titio João Verde (Rá, John Green) com o mesmo título. Foi muito aguardado pelos fãs, e com Cara e Nat Wolff interpretando Margo e Quentin, o filme não poderia ser melhor. Conta a história de um garoto que idealiza em outra garota uma espécie de "perfeição", dizendo ser o seu milagre. Q, é apaixonado por Margo mas ela sempre muito distante, fazendo outras coisas e o excluindo de sua vida. Apesar de tudo, ela o convida para uma "noite de diversão", e quando a noite acaba, Margo some. 

O que tenho para dizer é que a grande espera valeu a pena! John e toda a produção do filme pensaram em cada detalhe, cada fala, e até a cena hilária do livro do "Pokemon" estava presente. Nitidamente, foi tudo feito com muito carinho. A adaptação fiel só frustrou os POSERS, que foram ao cinema sem ler ao livro e obviamente, ficaram bem chateados com o final do filme, que é exatamente igual ao livro. Não é um romance, eu já disse, esse filme é uma aventura. Mas, mesmo assim, sempre tem um e o outro desavisados que vão se arrepender de assistir por isso.


O filme é tudo que eu esperava e muito mais! Mais uma vez, John mostrou que não está para brincadeira. Todo o suspense que o livro dá a respeito de Margo, as pistas, tudo é encontrado no filme praticamente igual. As passagens são apenas mais rápidas. Para ter uma ideia, no livro parece que Q fica cerca de uma semana lendo o livro que Margo lhe deixou. E no filme, cerca de alguns minutos que representam algumas horas. Ah, e algumas falas também foram mudadas, mas são poucas e a maioria eu ainda consegui repetir mentalmente lembrando do livro (sim, sou dessas).

No geral, o filme merece nota 10! Elenco maravilhoso, super entrosado, o filme é daqueles adolescentes estilo sessão da tarde sabe? Mas eu gostei, achei que combinou com a história. Estão animados para assistir? Me contem nos comentários :)

Um beijo, e até o próximo post.



6 comentários:

  1. Eu assistir e amei como foi fiel ao Livro.

    A única coisa que não achei que foi fiel, foi a atuação da Cara. Pelo menos para mim, a Margo era mais intensa do que ela interpretou. Mas num contexto geral, é um filme excelente!

    Beijos :*
    www.deixeapenasfluir.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei que só eu tinha percebido isso hahaha não curto a Cara, ela é meio inexpressiva, sei lá.
      Beijos Ká.

      Excluir
  2. Depois do "A culpa é das Estrelas" fiquei com medo de ler os livros dele e chorar horrores novamente! hauiehauiehuie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh, esse não é de chorar Ingrid! (pelo menos eu acho) hauhauhaua

      Excluir
  3. Nossa tô doida para assistir esse filme e tenho certeza que eu vou morrer de chorar rsrs mais faz parte né.
    Adorei sua resenha muito bem feita. Bjos

    www.blogdawanessacosta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz sim HAHAHA mas não é de chorar não, bem diferente de A culpa é das estrelas, pode apostar :D
      Beijos, obrigada.

      Excluir

© Hi, Cultura! . Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo