10/08/2015

Palavras ao vento: você vai sentir minha falta


Você vai se lamentar de ter me deixado partir. Você ainda vai olhar pro lado, e não vai me ver ali, do teu lado, te apoiando em todos os momentos, como eu sempre fazia, e você, sempre me ignorando. Não vai mais me ver ouvindo tuas reclamações, porque só eu mesmo pra ouvir tantas coisas de você, calada, sem dizer nada, sem falar, só te ouvir.

Você vai implorar pra eu voltar pros teus braços, mas eu nem vou me importar com isso, vou fingir que não estou ouvindo, pois estarei bem melhor sem você. Vai me ligar todos os dias pedindo pra eu voltar pra ti, pedindo pra gente ser o que era antes, e eu vou ter o prazer de falar que você me esnobou por muito tempo, então eu encontrei alguém pra dar valor a mim e ao meu amor. Ah, e quem sabe, você vai ligar, e meu atual vai atender. Ele vai dizer com a voz irritada que eu não quero mais saber de você, que eu estou feliz sem você, que tudo que a gente viveu não passou de ilusão, que agora, finalmente eu tenho paz, sou feliz, tenho alguém que me ame de verdade, alguém que faz os meus desejos, e que me completa acima de tudo, alguém que não reclama dos meus ataques de ciumes, ou ataques de amor, sabe? Aqueles momentos que eu amava ficar te enchendo de carinho, e você não gostava. Ele vai gostar.

Aí você vai finalmente perceber, que sente falta de mim, que tudo que vivemos foi bom, mas você desperdiçou com as tuas manias idiotas e bobas de falar o que pensa, quando pensa, e ainda achava que não me magoava, achava que estava tudo as mil maravilhas. Não estava. Foi por isso, que eu fui procurar algo melhor.

Você vai se arrepender de tudo que me fez passar. Mas aí, lamento te informar, querido ex namorado, será tarde demais. Você vai mandar milhões de mensagens no meu celular dizendo: “eu sinto a tua falta” mas eu vou apagar, as vezes, sem ler. Vai mandar e-mails pra mim, e-mails enormes, dizendo tudo que, na época que estávamos juntos, você não falou. É, não falou, era covarde, tinha medo de assumir seus sentimentos né? Então foda-se. Um foda-se bem grande pra você. Nunca fui obrigada a adivinhar nada. Não sou. Ah se você tivesse dito um “eu te amo […]” tudo seria diferente. Mas não falou. Não enquanto dava tempo. Então agora, agora sofre aí, calado, não vem me pedir pra voltar, pelo amor que você sente -se é que sente- por mim. Não estraga a minha felicidade me pedindo pra voltar pros teus braços, não estraga tudo que estou vivendo me fazendo lembrar de você.

Ah, sem me esquecer. Você vai ouvir aquela nossa música, e vai chorar, implorando para o tempo voltar, e você poder consertar seus erros, mas infelizmente, aí, será tarde demais. Você vai lembrar do meu sorriso, mas aí esse sorriso não será mais por você, nem pra você. Esse sorriso será por eu ter conseguido, finalmente te esquecer. Você vai ficar vazio, sem graça, vai ficar com saudades, mas aí, lamento informar novamente que saudades não traz ninguém de volta ok? As saudades não vão fazer eu voltar pra você. Pelo contrário. Esta saudade vai te torturar, toda noite.

Então você finalmente vai perceber que me perdeu.

6 comentários:

  1. Adoreiii essa crônica linda!
    Beijos
    www.blogweneedit.com

    ResponderExcluir
  2. Como diz o Leandro Lopes naquela música: você vai lembrar, você vai lembrar, você vai lembrar de mim.
    Talvez\ não me procure por orgulho, mas vai se arrepender...

    ResponderExcluir
  3. Meus Deus que lindooo, falou tudo sobre mim <3
    Arrasou....

    ResponderExcluir

© Hi, Cultura! . Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo