27/04/2017

Resenha: Click | O que você deveria aprender com o filme

Foto: Casa do cinema

Olá galera! Tudo certo com vocês? EU SEI que 90% do MUNDO já assistiu esse filme, mas mesmo assim quis trazer ele aqui no blog, porque acredito que existem mensagens no filme não compreendidas por muitas pessoas (inclusive por mim até um tempo atrás).

E isso não é exatamente uma resenha. É mais uma filosofia sobre o que aprendi assistindo o filme e queria compartilhar. Mas, como existem pessoas que ainda não assistiram ou não lembram muito do que se trata o filme (vai saber né!) vou dar um pequeno resumo aqui.

O filme tem como protagonista nada mais, nada menos, que o ator favorito da VIDA quando se trata de comédia, Adam Sandler. Adam interpreta um funcionário na carreira imobiliária que almeja dinheiro, uma empresa própria, e uma vida confortável para sua família. E toda a loucura começa quando seu controle remoto da televisão pára de funcionar. Ele então parte para comprar outro, e então encontra o controle perfeito para sua vida. O problema? Ele faz as pessoas congelarem, ficarem mudas, passa o tempo das coisas mais rápido e etc.

Tá, Katlyn, eu já sei o que acontece no filme. Mas o que tem a ver nossa vida com ele? Simples. No filme, Michael Newman (Adam) acaba passando sua vida tão rápido, que os momentos para ele acabam por não ter o valor que mereciam, afinal, ele está concentrado em outras coisas. E isso me faz pensar, todos os dias, sobre a vida. Sobre as coisas que realmente valem a pena.

Porque é muito comum nós fazermos milhões de coisas no nosso dia-a-dia. O problema é quando você começa a perceber que as coisas passaram rápido demais. Que você não aproveitou a folga como deveria. Que você passou muito tempo dormindo, ou fazendo qualquer outra coisa, mas não aquilo que você realmente queria fazer. Que seus filhos cresceram muito rápido. Você envelheceu rápido. Será que foi rápido demais, ou será que você simplesmente estava no "mudo" o tempo todo e não percebeu? Com isso, tiramos 5 grandes lições deste filme brilhante:

1. A vida passa muito rápido
2. Aproveitar cada momento
3. Dar importância às pequenas coisas

A vida passa tão rápido quanto um piscar de olhos. E as vezes, nos perdemos no meio dela. Mesmo sabendo que o tempo passa rápido demais, ao invés de aproveitarmos tudo que temos direito e sem receios, ficamos presos a coisas insignificantes. Ao invés de passarmos nosso tempo com os amigos, preferimos guardar mágoas, ficarmos sem nos falar. Ao invés de sorrir para estranhos, mantemos a filosofia de que todas as pessoas que não conhecemos são más. Ao invés de agradecer por tudo, reclamamos de tudo. Existe uma frase que resume o que penso e gostaria de compartilhar: "Há duas formas para viver a sua vida. Uma é acreditar que não existe milagre. A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre."- Albert Einstein.

4. Humildade é um luxo

Algumas pessoas são humildes, até que lhes é dado algum poder. Maquiavel já dizia: "Dê o poder ao homem, e descobrirá quem ele realmente é.". Muitas pessoas são dominadas pela sede de poder e acabam por esquecer suas origens, as ajudas que obtiveram durante suas caminhadas, e quando esquecemos quem nos ajudou, não temos como saber quem somos. Cada pessoa que nos deu a mão quando precisamos espera que seja retribuída da mesma forma, mas quando a humildade é perdida, nos tornamos ingratos, não conseguimos reconhecer nossas fraquezas, e acabamos por pensar que somos as melhores pessoas do Mundo, quando na verdade nosso poder só nos torna mais miseráveis.

5. Não há dinheiro que pague a nossa família

Pode ser clichê, mas não existe preço que pague aqueles que te amam de verdade. As pessoas mais importantes de nossa vida são ligadas pelo sangue, e precisamos aprender a valorizá-las. O trabalho, o dinheiro, o luxo é bom, mas as vezes acabamos deixando as coisas mais preciosas de lado que são nossos entes queridos.

E depois disso tudo, eu apenas quero que você reflita. E pense se a sua vida vale a pena. Se você realmente aproveita a vida. Porque eu sei que a gente sonha muita coisa. Uma casa, um carro, um casamento, um amor, enfim. Mas se você não começa a aproveitar enquanto não tem nada disso, tão pouco aproveitará quando tiver tudo.

Um beijo, e até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Hi, Cultura! . Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo